Empresa investe 5ME na produção de sementes em Idanha-a-Nova

Uma empresa de produção de sementes vai instalar-se em Idanha-a-Nova, investindo cinco milhões de euros num projeto que inclui ainda investigação e produção de produtos biológicos, foi anunciado na sexta-feira.

O presidente da Câmara de Idanha-a-Nova, Armindo Jacinto, disse esta sexta-feira que este projeto da ‘Living Seeds – Sementes Vivas SA’ (sociedade que envolve alemães e portugueses) já está em curso.

“O processo está em andamento e a empresa apresentou, há menos de um mês, uma proposta ao Governo para a aquisição da propriedade do Ribeiro do Freixo, em colaboração com a Câmara de Idanha-a-Nova”, acrescentou.

Esta propriedade, com 320 hectares, situada em Idanha-a-Nova, pertence à Mata Nacional do Ribeiro do Freixo, propriedade do Estado português.

De acordo com o autarca, a instalação deste projeto “implica a criação de 30 postos de trabalho diretos e um investimento de cinco milhões de euros nos próximos anos, para produção de sementes, a partir de variedades tradicionais portuguesas, e investigação”.

O projeto da ‘Living Seeds – Sementes Vivas SA’ engloba a investigação e a produção de sementes e também de produtos biológicos, adiantou Armindo Jacinto.

“Estamos a falar da captação de investimento muito tecnológico e inovador”, sublinhou.

O autarca disse ainda, que está esperançado na celeridade de todo o processo por parte do Governo que tem demonstrado toda a abertura para a concretização do projeto.

“Não estou a ver este ou qualquer outro Governo a não querer investimento estrangeiro em Portugal. Esperemos que [o Governo] despache isto rápido. Estamos disponíveis para ajudar os investidores e temos falado com a tutela, que tem demonstrado toda a abertura”, concluiu.



Conteúdo Recomendado