Distrito de Castelo Branco em risco elevado de incêndio

Segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), as temperaturas atingem os 34 graus em alguns pontos do país.

Em risco elevado de incêndio estão mais de 30 concelhos dos distritos de Faro, Beja, Santarém, Castelo Branco, Portalegre, Braga, Vila Real e Bragança. O IPMA colocou também em risco muito elevado de incêndio os concelhos de Portimão, Monchique, Silves e Castro Marim, no distrito de Faro, e Almodóvar, Mértola e Odemira, em Beja. Também os concelhos de Aljezur, Lagos, Loulé, São Brás de Alportel, Tavira e Alcoutim, no distrito de Faro, apresentam hoje risco máximo de incêndio, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

O risco de incêndio determinado pelo IPMA tem cinco níveis, que vão de “reduzido” a “máximo”, sendo o “elevado” o terceiro nível mais grave.

Os cálculos para este risco são obtidos a partir da temperatura do ar, humidade relativa, velocidade do vento e quantidade de precipitação nas últimas 24 horas.

O IPMA prevê para hoje em Portugal continental céu geralmente limpo e vento fraco a moderado do quadrante leste e soprando moderado a forte nas terras altas até meio da manhã.

A previsão aponta ainda para uma pequena descida da temperatura máxima no litoral Norte e Centro e na região Sul.

As temperaturas máximas mais elevadas hoje no continente estão previstas para os distritos de Beja, Setúbal e Santarém com 34 graus Celsius, Évora com 33, Castelo Branco e Braga com 32, Aveiro, Coimbra Leiria e Lisboa com 31, Bragança e Portalegre com 30. 

Para a cidade da Guarda, está previsto um dia de céu limpo, com a temperaturas a variarem entre os 9 e os 26 graus.




Conteúdo Recomendado