Comissões Vitivinícolas da Beira Interior, Bairrada, Dão, Lisboa e Tejo promovem em conjunto o Enoturismo

O principal objetivo é dinamizar o Enoturismo nestas regiões, e desta forma criar riqueza e mais notoriedade para estes territórios vinhateiros.

O Museu do Vinho, em Anadia, foi o palco escolhido para a assinatura do protocolo de cooperação entre as Comissões Vitivinícolas da Beira Interior, Bairrada, Dão, Lisboa e Tejo refere uma nota informativa da Comissão Vitivinícola da Beira Interior. Trata-se de um protocolo que permite às cinco regiões vitivinícolas da região centro, trabalhar de forma conjunta. O principal objetivo é dinamizar o Enoturismo nestas regiões, e desta forma criar riqueza e mais notoriedade para estes territórios vinhateiros.

Através do programa Valorizar, as cinco Comissões Vitivinícolas vão promover nos próximos dois anos ações conjuntas, nomeadamente, a participação em feiras nacionais e internacionais de enoturismo, visitas inversas de jornalistas, e outros players do sector, elaboração de um manual de boas práticas das atividades enoturísticas, a criação um kit técnico-formativo e a conceção de produtos enoturísticos personalizados, etc. A capacitação de mais de 200 técnicos na área do Enoturismo, nas cinco regiões vitivinícolas, é outra das ações previstas.

Na mesma ocasião, foi também assinado o contrato de financiamento celebrado entre as cinco Comissões Vitivinícolas e o Turismo de Portugal, através da linha de Apoio à Valorização Turística do Interior.

De resto, esta é uma iniciativa que faz parte do Programa de Ação para o Enoturismo em Portugal 2019-2021, que define um conjunto de metas para posicionar o país como um dos destinos mais conhecidos neste segmento, sendo a aposta no enoturismo, uma prioridade para o desenvolvimento turístico nacional. O Turismo de Portugal vai apoiar o Programa de Qualificação da Oferta Enoturística da Região Centro com um investimento de 630 mil euros, no âmbito do ‘Programa de Ação para o Enoturismo em Portugal’, através da ‘Linha de Apoio à Valorização Turística do Interior’.




Conteúdo Recomendado