CICS-UBI no combate à pandemia COVID-19

O CICS-UBI acaba de instalar um laboratório para realização de testes de deteção do SARS-CoV-2, a entrar em atividade nos próximos dias.

O Centro de Investigação vai fazer testes de deteção e apoia diversos organismos da Cova da Beira. O CICS-UBI está também envolvido no Movimento Tech4COVID e apresentou vários projetos ao RESEARCH 4 COVID-19.

O Centro de Investigação em Ciências da Saúde (CICS-UBI), da Faculdade de Ciências da Saúde da Universidade da Beira Interior (FCS-UBI), acaba de instalar um laboratório para realização de testes de deteção do SARS-CoV-2, a entrar em atividade nos próximos dias. Os investigadores do CICS-UBI estão, ainda, a fabricar álcool gel e a distribuir equipamentos de proteção individual a diversos organismos regionais.

Estas ações fazem parte da estratégia global de resposta e combate à pandemia COVID-19 e de apoio a diversas instituições, desde logo, ao Centro Hospitalar Universitário da Cova da Beira e ao Hospital Sousa Martins, às corporações de bombeiros da Covilhã, do Fundão, de Belmonte e de Seia, e à Mutualista Covilhanense.

No âmbito de uma contribuição ativa no Movimento Tech4COVID (https://tech4covid19.org/), o CICS-UBI doou equipamentos de proteção individual, especialmente luvas, à ARS Centro. O Centro tem cedido também equipamentos e consumíveis aos hospitais da região.

Uma parte dos investigadores deste centro de investigação está, também, a fabricar álcool gel, que está a ser distribuído por um leque alargado de instituições, nomeadamente, corporações de bombeiros, espaços de residência sénior e hospitalares.

Noutra linha, e da máxima importância, é a oferta do potencial tecnológico e científico do CICS-UBI para o diagnóstico da COVID-19. Está já implementado, e a iniciar atividade nos próximos dias, um laboratório do CICS-UBI para realização de testes de deteção do SARS-CoV-2. Este laboratório, montado com o equipamento de biologia molecular do centro e outros equipamentos da FCS, irá aumentar o potencial da região para o diagnóstico. O laboratório que fica localizado nas instalações do CHUCB, irá funcionar com uma equipa de voluntários recrutados para o efeito, de entre alunos e investigadores do centro, e conta também com o apoio da empresa Labfit e da Câmara Municipal da Covilhã. Numa fase inicial, prevê-se que sejam feitos cerca de 50 testes por dia, mas há potencial para vir a aumentar este número.

Os investigadores do CICS-UBI mostraram também a sua capacidade, e o compromisso de dar resposta a situações exigentes como a que atravessamos com a situação da COVID-19, com a apresentação de vários projetos de investigação ao fundo de apoio RESEARCH 4 COVID-19 da Fundação para a Ciência e a Tecnologia e Agência de Investigação Clínica e Inovação Biomédica. As propostas apresentadas visam o desenvolvimento de métodos de diagnóstico rápidos e eficazes, assim como a formulação de produtos de uso pessoal, que possam atuar minimizando o risco de contágio pelo SARS-CoV-2.



Conteúdo Recomendado