Centro de Alto Rendimento do Pocinho já acolheu uma dezena de seleções de remo

https://images.adsttc.com/media/images/52e5/a89f/e8e4/4e99/0600/018f/slideshow/43.jpg?1390782611

Cerca de uma dezena de seleções nacionais de remo e canoagem, de vários países da Europa, passaram pelo Centro de Alto Rendimento Remo (CARR) do Pocinho desde a sua inauguração em 2016, indicou hoje a entidade gestora do equipamento.

A este número, juntam-se mais de um milhar de praticantes de outras modalidades desportivas amadoras e profissionais, que vão desde o futsal ao ciclismo que se reuniram num espaço inaugurado em 06 de julho de 2016.

“O ano de 2018 será de afirmação para um equipamento desportivo, considerado de extrema importância para o desenvolvendo da economia do território duriense e para a sua promoção além-fronteiras”, disse à Lusa o presidente da Câmara de Vila Nova de Foz Côa, Gustavo Duarte, entidade gestora do CARR.

Para os meses de janeiro e fevereiro está confirmada a presença das seleções nacionais de remo e canoagem da Holanda e da Noruega. Uma equipa de remo de Oxford (Inglaterra) está igualmente confirmada para o mês de abril.

Para além destas e entre outras seleções nacionais da modalidade, já passaram pelo CARR do Pocinho, seleções como a da Rússia, Estónia e Suíça ou a dupla olímpica de remadores portugueses Pedro Fraga/Nuno Mendes entre outros.

“Queremos dar ao CARR do Pocinho uma ocupação abrangente como a organização de vários eventos não só desportivo, como culturais ou recreativos”, frisou o autarca.

Segundo o autarca, a secretaria de Estado do Desporto está a canalizar diversos eventos desportivos para o CARR do Pocinho.

“Trata-se de um equipamento, quer do ponto de vista funcional quer arquitetónico, que tem arrebatado prémios internacionais e tem sido distinguido como um dos melhores do seu género a nível mundial, quer pelos atletas quer pelos seus treinadores”, enfatizou.

A promoção do equipamento está a ser levada a cabo a nível mundial por equipas da especialidade “de forma a dar visibilidade ao equipamento desportivo”.

Outras das modalidades que vai tem como base o CARR do Pocinho é o “trail” (uma atividade que conjuga o exercício físico com a contemplação da natureza), estando agendadas duas provas, uma para março outra para outubro e que reuniram, centenas de praticantes.

O CARR do Pocinho representou um investimento de oito milhões de euros.

A construção do equipamento desportivo teve comparticipações financeiras do POVT – Programa Operacional Valorização do Território do Quadro de Referência Estratégico Nacional (QREN) e do Instituto do Desporto de Portugal (IDP).

Para o presidente da câmara daquele concelho do distrito da Guarda, Gustavo Duarte, o CARR é dos investimentos mais importantes dos últimos anos, no município, apenas superado pelo Museu do Côa.

O complexo desportivo inclui uma piscina coberta, um ginásio e uma área da animação. Pode albergar cerca de duas centenas de atletas.

Para a dinamização do centro de remo, foram assinados protocolos com a Federação Portuguesa de Canoagem, a Federação Portuguesa de Remo, a Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro e o Centro de Saúde de Vila Nova de Foz Côa.




Conteúdo Recomendado