Campanha da Cereja 2017 lançada no Palácio da Memória

http://minhamaeenutricionista.wordpress.com/2013/12/02/cereja/

O Presidente da Câmara Municipal do Fundão, Paulo Fernandes apresentou, na passada semana, durante o Leilão das primeiras Cerejas do Fundão, no Palácio da Memória, a Campanha da Cereja 2017.

A campanha deste ano continua a apostar em iniciativas realizadas no Fundão, em Lisboa e no Porto, dando a conhecer os produtos ligados à cereja, as novas parcerias e os eventos que irão ter lugar ao longo deste ano. Pretende-se também o reforço da internacionalização da Cereja do Fundão, marcando presença em Macau e Madrid.

A Cereja do Fundão é uma marca nacional de excelência com um conjunto de produtos já presentes no mercado e que vão muito além da cereja em fruto. Deles fazem parte os Pastéis de Cereja do Fundão, os Bombons de Cereja do Fundão, os licores, os doces, o Gelado de Cereja do Fundão, o Bombom de Gelado de Cereja do Fundão (Santini), os Lingotes de Cereja do Fundão (FrutaFormas), o Chá Preto Aromatizado com Cereja do Fundão e a Infusão de Cereja do Fundão com Chocolate de São Tomé e Príncipe, (Lisbon Tea CO), o Sabonete Artesanal de Cereja do Fundão (Quinta da Porta) e o Gin de Cereja do Fundão (Licores Serrano).

Para além dos novos produtos, diversas serão as iniciativas que irão decorrer ao longo da campanha, tais como: Festa da Cereja em Alcongosta, de 9 a 11 de junho; o festival gastronómico Fundão, Aqui Come-se Bem – “Sabores da Cereja”, durante o mês de junho, nos principais restaurantes e pastelarias do Fundão; Distribuição de Cereja nos aviões da TAP e SATA – AZORES AIRLINES; a V edição da Rota Gastronómica da Cereja do Fundão em Lisboa e no Porto, entre os dias 16 de junho e 2 de julho, em restaurantes, bares e pastelarias de prestígio de Lisboa e do Porto; Comboio Rota das Cerejas do Fundão, numa parceria com a CP; Comboio da Cereja, todos os fins-de-semana de junho.

Haverá ainda programas turísticos relacionados com a Serra da Gardunha e a Cereja do Fundão, ao longo dos meses de maio, junho e julho; experiências da “apanha da cereja”; passeios de balão de ar quente; apadrinhamento de cerejeiras, com o objetivo de promover a reflorestação da Serra da Gardunha e alavancar a economia da região através do turismo.




Conteúdo Recomendado