Câmara da Guarda reagenda 7ª Feira Ibérica de Turismo para 2021

A Câmara Municipal da Guarda decidiu hoje cancelar a edição da Feira Ibérica de Turismo (FIT) deste ano, que estava prevista para entre 02 e 05 de outubro, devido à pandemia causada pela covid-19.

O presidente do município, Carlos Chaves Monteiro, anunciou no final da reunião quinzenal do executivo que a autarquia decidiu cancelar a edição da FIT de 2020 e irá “preparar a FIT de 2021”.

“À partida, vamos tentar sempre manter o calendário, mas a pandemia obrigará sempre a uma reavaliação de todas as condições que levam à realização dos eventos normais”, disse o autarca aos jornalistas, indicando que a previsão será realizar a FIT de 2021 em finais do mês de abril e início do mês de maio, como é tradicional.

Este ano, a 7.ª edição da FIT estava inicialmente prevista para decorrer entre 30 de abril e 03 de maio, mas, com a pandemia, no dia 10 de março o município anunciou que seria realizada no período de 02 a 05 de outubro.

Hoje, a autarquia da cidade mais alta do país, enquanto entidade organizadora da FIT, decidiu cancelar a edição deste ano, “considerando as diversas orientações e recomendações, emitidas por diferentes organismos, entre eles a Direção-Geral da Saúde, e, principalmente, tendo em conta o nível de risco para a saúde pública”.

“Compete-nos, acima de tudo, garantir a segurança e saúde públicas, com a prudência e a responsabilidade social que é exigida a todos neste momento. É vontade da organização realizar a sétima edição da FIT em 2021, em data que anunciaremos oportunamente”, lê-se num comunicado.

Na nota, o município adianta que “tem confiança que, em 2021, a Guarda e o país estarão prontos para receber as mais de 500 entidades portuguesas e espanholas inscritas na FIT 2020, assim como Cuba, o país convidado, e a região de Ávila [Espanha], como destino de destaque”.

A organização promete que a 7.ª FIT será “ainda mais fortalecida, dinâmica e, como não podia deixar de ser, com vincada participação ibérica, dando um contributo importante para o setor do turismo, nomeadamente para o turismo de interior”.

O diretor da FIT, Carlos Condesso, referiu à agência Lusa que a FIT deste ano foi cancelada, “embora estivesse tudo tratado e programado”.

“A saúde das pessoas está primeiro e [o cancelamento] é uma decisão acertada por parte do presidente da Câmara Municipal, porque, em primeiro lugar, está a salvaguarda da saúde e dos interesses da população”, disse.

Segundo o responsável, o cancelamento da FIT de 2020 não originará qualquer custo para o município, porque “foi, também, hoje deliberado na reunião de câmara renovar o procedimento concursal [para a realização do certame anual] que ainda não tinha chegado ao fim”.

A feira, que tem por lema “Uma feira. Dois países. O mundo” é organizada desde 2014 pela Câmara Municipal da Guarda, no Parque Urbano do Rio Diz.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 569 mil mortos e infetou mais de 12,92 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 1.662 pessoas das 46.818 confirmadas como infetadas, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.




Conteúdo Recomendado