4.º Simpósio Internacional de Arte Contemporânea termina este domingo

Recital poético, dança contemporânea, tertúlias e apresentações de livros marcam últimos dias do SIAC.

A quarta edição do Simpósio de Arte Contemporânea da Guarda termina este domingo, dia 16 de junho, com atividades no Museu, Praça Velha, Campus Internacional de Escultura Contemporânea e antigo cine-teatro.

Amanhã, dia 15 de junho, a partir das 10 horas, vários artistas estarão presentes na Praça Luís de Camões e no antigo Cine- Teatro para criarem esculturas e pinturas ao vivo.  Entre as 11 e as 13 horas, o antigo Cine-Teatro acolhe um workshop de dança contemporânea, com Mónica Pombo. Ao início da tarde, no Campus Internacional de Escultura Contemporânea, irá decorrer um Recital poético de Poetas de ‘Iberofonias#2’. A programação de amanhã termina a apresentação do livro ‘Lá Fora’ de Pedro Mexia e, pelas 21 horas, será exibido o documentário ‘No trilho de Malangatana’ de Lurdes Macedo.

No domingo, destaca-se a apresentação dos livros ‘Âmago’ de Jorge Velhote e ‘Tempestades’ de Davina Pazos e ainda a tertúlia ‘O Traço Abrupto: Arte e Transformação do Sistema Terra’ com Jorge Leandro Rosa, ambas a ter lugar no Paço da Cultura do Museu da Guarda. A sessão de encerramento do 4.º Simpósio Internacional de Arte Contemporânea está agendada para as 18 horas e terá lugar no antigo Cine- Teatro e Museu da Guarda.

Consulte aqui a agenda da quarta edição do Simpósio de Arte Contemporânea da Guarda e fique a par das diferentes iniciativas promovidas pela Câmara Municipal da Guarda em parceria com a Universidade de Salamanca.




Conteúdo Recomendado