Todo o território nacional em risco elevado ou muito elevado de incêndio

Os distritos de Bragança, Guarda, Castelo Branco e Faro estão hoje em risco máximo de incêndio, segundo as informações disponíveis na página do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

À exceção do distrito de Aveiro, todo o restante território continental se encontra em risco elevado ou muito elevado de incêndio.

O risco de incêndio determinado pelo IPMA engloba cinco níveis, que podem variar entre o “reduzido” e o “máximo”.

O cálculo é feito com base nos valores observados às 13:00 em cada dia relativamente à temperatura do ar, humidade relativa, velocidade do vento e quantidade de precipitação nas últimas 24 horas.

De acordo com a página da Autoridade Nacional de Proteção Civil, pelas 06h45 havia dois fogos ativos considerados importantes pelas autoridades, um em Mação, Santarém, e outro no Gavião, Portalegre.

A esta hora os dois fogos mobilizavam um total próximo de 1.000 operacionais no combate às chamas, apoiados por 287 meios terrestres.

O incêndio de Mação mantém cortada a estrada nacional 244, entre Mação e Chão de Codes e entre Torre e Mação.



Conteúdo Recomendado