Idosa morre em incêndio em habitação na cidade de Mêda

Uma mulher com mais de 90 anos morreu hoje na sequência de um incêndio na sua habitação na cidade de Mêda, disseram à agência Lusa fontes da proteção civil e dos bombeiros.

Segundo o comandante dos Bombeiros Voluntários de Mêda, José Lemos, a idosa era a única residente na casa, de construção antiga, situada na avenida principal daquela cidade do distrito da Guarda.

José Lemos disse à Lusa que os bombeiros foram alertados pelas 07h45, “quando começou a sair o fumo da casa”, e que se deslocaram de imediato para o local, que dista poucos metros de distância do quartel.

“À nossa chegada, [a senhora] já estava parcialmente carbonizada. Foi imediatamente apagado o incêndio, mas já estava parcialmente queimada”, disse.

O comandante acrescentou que, no incêndio, alegadamente originado por um cobertor elétrico, “ardeu a cama e um pouco do quarto” onde a idosa dormia.

Pelas 09h05 era aguardada a chegada ao local de elementos da Polícia Judiciária da Guarda, disse.

Fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) da Guarda indicou que foram mobilizados para o local 19 elementos e cinco veículos dos Bombeiros Voluntários de Mêda, além da GNR.



Conteúdo Recomendado