GNR vai este mês sinalizar idosos a viver sozinhos ou isolados

A GNR anunciou hoje que está a realizar, durante o mês de março, a operação “censos sénior 2017”, iniciativa que permitiu no ano passado identificar 43.322 idosos a viver sozinhos ou isolados em todo o país.

Desde 2011 que a Guarda Nacional Republicana realiza todos os anos a operação “Censos Sénior” para identificar a população idosa que vive sozinha ou isolada, além de atualizar os registos e identificar novas situações.

Em comunicado, a GNR adianta que, no ano passado, foram sinalizados 43.322 idosos, dos quais 26.000 viviam sozinhos e 4.626 isolados.

A corporação identificou também 3.085 idosos a viver sozinhos e isolados e 9.611 que se encontravam numa situação de vulnerabilidade devido a limitações físicas ou psicológicas.

Em seis anos, o número de idosos sinalizados quase que triplicou, passando dos 15.596, em 2011, para os 43.322, em 2016.

Durante a operação, a GNR realiza igualmente ações de sensibilização junto dos idosos para que esta população adote comportamentos de segurança que permitam reduzir o risco de se tornarem vítimas de crimes.

Aquela força de segurança indica também que os militares da GNR envolvidos na operação vão divulgar conselhos de segurança relativamente à entrada em circulação, a 04 de abril, da nova nota de 50 euros.

No âmbito desta operação junto da população idosa, a GNR vai ainda divulgar o programa “Residência Segura”, que permite “recolher os elementos necessários para a elaboração do mapa da região com a localização georreferenciada de todas as residências aderentes ao projeto”.

De acordo com a corporação, esta identificação geográfica torna-se eficaz nas ações de patrulhamento e de vigilância, tornando “mais célere a resposta em casos de urgência”.




Conteúdo Recomendado