Força Aérea volta a utilizar Aeródromo de Seia como base para exercício internacional

O Aeródromo Municipal de Seia serve, uma vez mais, de base de apoio ao exercício da Força Aérea “Real Thaw 16”, que vai decorrer atá ao dia 4 de março.

Nesta oitava edição, para além da Força Aérea, da Marinha e do Exército Português, participam forças da Bélgica, de Espanha, da Dinamarca, da Holanda e dos Estados Unidos da América e ainda meios aéreos da NATO e da COBHAM, num total de 42 aeronaves e cerca de 3500 militares, que ficarão sediadas na base aérea de Beja.

Entretanto, os preparativos para os exercícios já se iniciaram no Aeródromo de Seia.

O Real Thaw tem como finalidade certificar e avaliar a capacidade operacional da Força Aérea, garantindo desta forma, que as forças participantes estão prontas a cumprir as missões que lhes estão atribuídas, afirmando-se como um dos principais exercícios militares, no âmbito das operações de Apoio Aéreo a forças no terreno, em intervenções de resgate e manutenção de paz.



Conteúdo Recomendado