Revelado o tema para o Boom Festival em 2020

A organização do Boom Festival escolheu o “Antropoceno” como tema para a edição de 2020, que se irá realizar em Idanha-a-Nova, entre os dias 28 de julho e 4 de agosto.

O tema para a edição de 2020 foi anunciado na página da internet do Boom Festival que cita Paul Crutzen, um dos vencedores do prémio Nobel da Química em 1995, e o professor de biologia Eugene Stoermer, que desenvolveram o termo Antropoceno para se referir ao impacto das atividades humanas sobre o planeta Terra.

“Não pode haver dicotomia entre o planeta e a humanidade. Precisamos urgentemente de novas maneiras de coabitar harmoniosamente e temos que fazê-lo agora. Não podemos dar ao pessimismo o espaço para atrapalhar”, lê-se na página do festival.

A organização do Boom Festival sublinha que o grande volume de pessoas que vivem na Terra podem facilmente despojar o planeta de tudo o que tem e não deixar nada para as gerações futuras.

“No entanto, há uma dualidade em jogo aqui e as evidências são vistas no poder de combinar nosso conhecimento com a tecnologia para reverter a situação. Tudo depende de nós e apenas de nós. Todos nós aqui e agora”, refere.

O festival lembra ainda que há 50 anos, a população global do planeta era de 3,5 mil milhões, sendo que atualmente atinge os 7,6 mil milhões de pessoas no mundo.

“As previsões apontam que alcançaremos a marca de 9,8 [mil milhões] até 2050, com 70% da população a viver nas cidades. A pressão urbana aumentará e, até 2030, as populações em cidades como Lagos e São Paulo serão superiores a 30 milhões. Não há dúvida de que a capacidade do mundo de nos conter e sustentar é afetada pelos estilos de vida que escolhemos. Nove biliões de pessoas nos países industrializados que consomem carne, peixe e energia estão longe de serem sustentáveis”, conclui.

A organização do evento que, de dois em dois anos, recebe no Interior do país participantes de cerca de 150 nacionalidades, encoraja: “Mais de duas décadas após a fundação do Boom Festival, séculos após a invenção da máquina a vapor, em plena ebulição de um planeta maravilhosos e inconstante, onde as possibilidade luminosas se entrecruzam com previsões fatalistas, chamamos o ativista em ti, o ser imaginador, apelamos à natureza construtiva do ser humano para um impacto regenerativo, para a vivência num bom Antropoceno”.

Distinguido em 2008, 2010, 2012, 2014, 2016 e 2018 com o “Outstanding Greener Festival Award”, o prémio mundial mais importante de eventos sustentáveis atribuído por “A Greener Festival”, o Boom é, desde 2010, a convite da UNEP – United Nations Environment Programme, organismo pertencente à ONU, membro da iniciativa “United Nations Music & Environment Stakeholder”.

De regresso em 2020 aos 150 hectares da Boomland, o Boom Festival é um evento bienal de cultura independente e sustentável que, desde 1997, se realiza durante lua cheia de julho ou agosto, sendo uma referência internacional.




Conteúdo Recomendado