Registos de João Cutileiro patentes no Museu da Guarda

O Museu da Guarda inaugura na próxima quinta-feira, dia 12 de outubro, pelas 18 horas na Galeria de Arte do Paço da Cultura, a exposição de fotografia “Registos 1952-2017” de João Cutileiro.

Uma nota do Museu da Guarda refere que “João Cutileiro nasceu em Lisboa em 1937, vive e trabalha em Évora. Além de escultor é fotógrafo e faz ótimas fotografias em especial retratos, como lhes chamou em 1961. Foi um dos primeiros fotógrafos a mostrar o seu trabalho e desenvolveu essa atividade como bolseiro e profissional em Londres. Sendo um dos nomes certos da revolução fotográfica do final dos anos 50.”

Deste modo, construiu uma galeria de retratos que fixou uma geração, ou duas, deixando registados tempos de liberdade em Londres (1955-1970).

Também foi e continua a ser um fotógrafo das suas esculturas.

João Cutileiro realizou diversas exposições individuais de fotografia em Lisboa, tendo trabalhos seus incluídos em múltiplas publicações de arte e de fotografia.

A exposição estará patente até 28 de novembro de 2017, na Galeria de Arte do Paço da Cultura.

O Museu da Guarda está aberto ao público de terça-feira a domingo das 10 horas às 12h30 e das 14 horas às 17h30.




Conteúdo Recomendado