Proteção de habitats na Serra da Malcata com investimento de 400 mil euros

O Ministério do Ambiente anunciou hoje que vai lançar um projeto que visa a proteção e restauro de espécies e habitats na Reserva Natural da Serra da Malcata e cujo investimento previsto é de 400 mil euros.

Em nota de imprensa enviada à agência Lusa, o Ministério do Ambiente adianta que o projeto já foi aprovado em Conselho de Ministros e abrange “uma área protegida com elevado interesse para a conservação da natureza e biodiversidade”.

Segundo a informação, o projeto inclui medidas para a proteção de habitats e espécies, nomeadamente através de ações de restauro e conservação, de prevenção e vigilância contra incêndios”.

“Para o sucesso das ações previstas no presente projeto é fundamental a concretização de outro projeto complementar que visa a modernização e otimização dos Viveiros Florestais da Malcata para produção de espécies autóctones que serão replantadas nas diversas áreas protegidas de Portugal”, acrescenta a nota.

A apresentação pública deste projeto está marcada para sexta-feira em Penamacor, distrito de Castelo Branco, estando prevista a presença do ministro do Ambiente, João Matos Fernandes e da secretária de Estado do Ordenamento do Território e da Conservação da Natureza, Célia Ramos.

Além da apresentação do Projeto de Proteção e Restauro na Reserva Natural da Serra da Malcata, serão ainda assinados os Termos de Aceitação da decisão de financiamento pelo Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos (POSEUR) e do protocolo de colaboração técnica e financeira com o Fundo Ambiental.

Do programa consta ainda a apresentação da nova equipa do Corpo Nacional de Agentes Florestais (CNAF).

No final da sessão será efetuada uma visita ao Viveiro Florestal da Malcata, situado no Centro de Educação Ambiental da Sra. da Graça, no concelho do Sabugal.

A Reserva Natural da Serra da Malcata estende-se ao longo de 16.348 hectares dos concelhos do Sabugal e de Penamacor, respetivamente nos distritos da Guarda e Castelo Branco.




Conteúdo Recomendado