Programa Valorizar: Financiamento de 14 milhões aprovado para projetos turísticos no Interior

DR

São já conhecidos os primeiros projetos financiados ao abrigo do 2.º Aviso da Linha de Apoio à Valorização Turística do Interior, do Programa Valorizar, 85 candidaturas envolvendo um investimento global de mais 22 milhões de euros e um incentivo de quase 14 milhões de euros.

Numa nota divulgada às redações, pode ler-se que os investimentos são diversificados, contribuindo para a oferta turística nacional, destacando-se projetos associados ao Enoturismo, Turismo Termal, Cycling and Walking, Autocaravanismo, Turismo Industrial, Turismo Cultural e Literário, Turismo Equestre, Rotas e Praias Fluviais. Destaca-se também a significativa atenção à acessibilidade e ao Turismo Inclusivo.

Os projetos são dinamizados por entidades públicas e privadas, destacando-se no primeiro grupo as autarquias, sempre em estreita articulação com as Entidades Regionais de Turismo.

Estes números foram anunciados, esta quinta-feira, pela secretária de Estado do Turismo, Rita Marques, numa deslocação ao Alentejo, promovida pela Entidade Regional do Alentejo e Ribatejo. Rita Marques salientou a dinâmica da região que representa cerca de 37% dos projetos aprovados, no presente aviso, envolvendo um investimento global de 8 milhões de euros e um incentivo superior a 5 milhões de euros.

Entre os projetos aprovados registam-se o relativo à Praia Fluvial do Alqueva com um investimento de cerca de 500 mil euros e o da Praia Fluvial de Azenhas D`El Rei do Alandroal, com um investimento de 354 mil euros. A cada um destes projetos foi atribuído um incentivo de 300 mil euros. Estas iniciativas contribuirão para a dinamização de rede de praias fluviais, onde estão incluídas também as praias de Monsaraz, Mourão, Amieira e Cinco Reis.



Conteúdo Recomendado