PJ deteve homem por violência doméstica e incêndio urbano no Fundão

O detido, trabalhador rural, é suspeito de um crime de violência doméstica e de um crime de incêndio urbano ocorridos na quarta e na quinta-feira, respetivamente, na localidade de Atalaia do Campo, no Fundão.

A Polícia Judiciária (PJ) deteve um homem, de 42 anos, suspeito dos crimes de violência doméstica e de incêndio urbano, na localidade de Atalaia do Campo, no concelho do Fundão, distrito de Castelo Branco, foi hoje anunciado.

O Departamento de Investigação Criminal da PJ da Guarda refere em comunicado enviado à agência Lusa que o homem foi identificado e detido com a colaboração da GNR do Fundão.

O detido, trabalhador rural, é suspeito de um crime de violência doméstica e de um crime de incêndio urbano ocorridos na quarta e na quinta-feira, respetivamente, na localidade de Atalaia do Campo, no Fundão.

Segundo a nota, as vítimas do crime de violência doméstica foram a companheira do detido e os filhos, “tendo os factos ocorrido na sequência de mais uma de muitas discussões ocorridas entre o casal, nomeadamente ao longo dos últimos quatro anos”.

“Após diversas agressões contra a integridade física da sua companheira e também dos filhos desta que, entretanto, intervieram em seu socorro, o detido acabou por os expulsar todos da residência do casal, trancando-se no interior da mesma, onde, já ao início do dia 25 de junho corrente, terá acabado por atear fogo numa das dependências”, indica a PJ.

O detido foi presente a primeiro interrogatório judicial e ficou sujeito à medida de coação de prisão preventiva.



Conteúdo Recomendado