Pires de Lima destaca papel “muito importante” do turismo na recuperação do emprego

Fonte: http://www.publico.pt/economia/noticia/pires-de-lima-diz-que-salarios-baixos-nao-devem-ser-um-factor-competitivo-1623471

O ministro da Economia, Pires de Lima, afirmou esta quinta-feira que o setor do turismo tem tido um papel “muito importante” na recuperação do emprego, tendo criado mais de 25 mil novos postos de trabalho no ano passado.

“Está a ser um setor que está a contribuir para a redução da taxa de desemprego”, disse Pires de Lima, na Guarda, onde inaugurou a primeira Feira Ibérica de Turismo (FIT) organizada pela câmara. O ministro da Economia referiu aos jornalistas ter um “gosto muito grande” por estar na FIT, ao reconhecer que o turismo “é uma das atividades que está a puxar mais positivamente” pela economia nacional. “É importante dar este sinal de que o turismo em Portugal não se faz só com base em produtos que têm o sol, o mar, mas também é uma prioridade nestas regiões do interior, não só para valorizar a economia, mas como fator de identidade”, afirmou, salientando a importância do setor para a promoção da gastronomia, dos valores, das tradições e da cultura. A FIT, organizada pela autarquia da Guarda, decorre até domingo e reúne cerca de cem expositores de Portugal e de Espanha. A feira conta com a presença de representantes de agências de viagens, hotéis, associações de municípios, termas, empresas de turismo aventura, associações empresariais e a Diputácion de Salamanca (Espanha), entre outros. O ministro da Economia referiu tratar-se de uma iniciativa “magnífica”, daí a sua presença na inauguração, por considerar uma prioridade “acarinhar” o turismo na região e para homenagear os agentes do setor, que estão a ter “um papel determinante na retoma económica e na recuperação do emprego” no país. A Câmara da Guarda promove a FIT com o objetivo de divulgar os produtos endógenos e de promover a troca de experiências entre portugueses e espanhóis. O certame, que decorre no recinto do parque urbano do rio Diz, também conhecido por parque Polis, ocupa o semicoberto já existente no parque Polis e uma tenda, numa área total coberta de cerca de cinco mil metros quadrados. O presidente da autarquia, Álvaro Amaro, lembrou na inauguração que o evento surge integrado na opção estratégica definida pelo atual executivo municipal, que visa “aumentar o poder de atração e estimular a economia local”. O autarca classificou a FIT como uma “BTL [Bolsa de Turismo de Lisboa] em ponto pequeno” e disse esperar que o sucesso da primeira edição “se multiplique” nos próximos anos. O certame é cofinanciado pela União Europeia através do PROVERE e do Programa MAIS CENTRO.



Conteúdo Recomendado