Museu do Côa expõe obras de Cruzeiro Seixas

A exposição “Cruzeiro Seixas: nos Labirintos que Inventei” vai estar patente de 14 de março a 30 de junho.

O Museu do Côa (MC), em Foz Côa, no distrito da Guarda, acolhe de 14 de março a 30 de junho a exposição “Cruzeiro Seixas: nos Labirintos que Inventei”, comissariada por Alexandra Silvano, anunciou fonte ligada à organização.

Segundo a mesma fonte, as são peças que poderão ser visitas na exposição são provenientes de diversas entidades amplamente reconhecidas, nacional e internacionalmente, entre as quais a Fundação Calouste Gulbenkian, a Fundação Cupertino de Miranda, o Museu Vista Alegre, a Galeria Perve, Galeria São Mamede e a Galeria António Prates.

“Autor de um vasto trabalho no campo do desenho, da pintura, escultura, objetos mas também da poesia, Cruzeiro Seixas é hoje considerado um dos máximos expoentes do surrealismo”, indica a direção do MC.

Para os promotores da mostra, está é a obra maior do artista que o MC pretende materializar, estabelecendo um diálogo, dentro do possível retrospetivo e abrangente, de vários momentos da sua criação, desafiando o público a embarcar numa viagem de descoberta e de sonho.




Conteúdo Recomendado