Incêndio que começou no Rochoso em rescaldo com 608 operacionais

O incêndio que lavrava desde segunda-feira e chegou a mobilizar 718 operacionais, entrou hoje de madrugada em rescaldo, estando ainda no local 608 operacionais.

Segundo o Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) da Guarda, o fogo de Rochoso entrou em rescaldo pelas 03h06, menos de uma hora após ser dominado.

ÀS 4 horas da madrugada, outros dois fogos continuam no distrito, um em Ribamondego, no concelho de Gouveia, que foi dominado pelas 23h43 de terça-feira, com ainda 174 operacionais no terreno, e outro em Murça, no concelho de Vila Nova de Foz Côa, ainda ativo.

O incêndio em Foz Côa, que deflagrou no domingo, tem três frentes ativas e é combatido por 223 operacionais, apoiados por 69 veículos. “Tem algumas zonas de difíceis acessos” e “está a ser reforçado com mais meios”, indicou o CDOS da Guarda, sem ter previsões de quando as chamas poderão ser controladas.

Outros oito incêndios registam-se esta madrugada, a maioria já em fase de rescaldo e dois dominados.

Em Vila Real, 392 operacionais e 128 veículos estão no terreno para trabalhos de rescaldo em Alijó.

Em Bragança são 309 os operacionais, apoiados por 110 veículos. A maioria dos operacionais e dos meios terrestres, 275 e 99, combate o fogo em Açoreira, no concelho de Torre de Moncorvo, que está dominado. Os restantes efetuam trabalhos de rescaldo em Mazouco, Freixo de Espada à Cinta.

Em Viseu foi dominado o fogo em Póvoa de Cervães, Mangualde, com 195 operacionais e 66 veículos ainda no local.

Em Castelo Branco, dois incêndios estão em rescaldo, em Vila Velha de Ródão e Oleiros, com 111 operacionais e 36 meios no terreno.

Em Coimbra está também em rescaldo o fogo em Oliveira do Hospital, com 49 operacionais e 12 meios, tal como em Palmela, Setúbal, com 21 operacionais no local.




Conteúdo Recomendado