Idanha-a-Nova revalida presença na Rede de Cidades Criativas da UNESCO

Idanha tem quatro anos como Cidade Criativa da Música, e esta primeira avaliação de desempenho, foi conduzida pela cidade australiana de Adelaide.

A Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) revalidou a presença de Idanha-a-Nova como membro da Rede de Cidades Criativas no âmbito da música.


“A revalidação decorre da avaliação muito positiva do desempenho de Idanha-a-Nova, relativa ao período de 2015-19, explica em comunicado a autarquia.


Entre os elementos destacados estão a cooperação ativa de Idanha no âmbito da Rede de Cidade Criativas da UNESCO; o papel da música e da criatividade como agentes de desenvolvimento económico e social; o apoio e a valorização da comunidade cultural; a promoção do ensino da música; e a preservação e a construção de instrumentos tradicionais refere a edilidade.


Sérgio Gorjão, secretário executivo da Comissão Nacional da UNESCO, enviou a Idanha uma mensagem de “congratulações pelo ótimo trabalho que tem vindo a realizar no âmbito da música e das Cidades Criativas portuguesas”.


Idanha tem quatro anos como Cidade Criativa da Música, e esta primeira avaliação de desempenho, foi conduzida pela cidade australiana de Adelaide, uma das 47 cidades espalhadas pelo mundo igualmente classificadas como Cidade Criativa da Música, pela UNESCO.



Conteúdo Recomendado