Hotel “kosher” já recebeu 16 mil visitantes

Prestes a completar dois anos – abriu em fevereiro de 2016, apesar da inauguração oficial ter sido apenas na festa de abril desse ano – o Belmonte Sinai Hotel já registou mais de 16 mil clientes.

O número foi avançado ao Jornal do Fundão pelo novo diretor geral da unidade, Ricardo Abreu, que assumiu recentemente o cargo.

“O Belmonte Sinai Hotel inicia uma nova etapa na vida deste empreendimento, com a contratação de Ricardo Abreu, saído do Cró Hotel, tendo passado por vários empreendimentos, onde se destacam a Turistrela e o Vale do Rossim Ecoresort, e com uma forte experiência em programação turística, comunicação e eventos. Com ele chegará a implementação de vários programas temáticos e uma nova abordagem ao cliente e ao mundo do turismo”, explica administração do hotel.

“É um grande desafio, numa unidade que se encontra numa das mais belas vilas de Portugal, onde a cultura e as tradições são ainda as raízes. Programas culturais, gastronómicos e turismo de natureza farão parte do dia-a-dia da unidade”, explica Ricardo Abreu.

O Belmonte Sinai Hotel tem 27 quartos, um restaurante com vista deslumbrante sobre a Serra da Estrela e a Cova da Beira e localiza-se no centro de Belmonte, perto dos diversos museus. Foi rotulado de primeiro hotel kosher de Portugal e por isso é natural que muitos dos clientes sejam judeus.

“Antes de mais é importante dizer que somos um hotel aberto ao mundo e não apenas ao mercado judaico. Mas por exemplo nesta altura do ano há ainda mais judeus na nossa lista de clientes. O mercado israelita é, de facto, muito importante para nós”, refere Ricardo Abreu, acrescentando que há outras nacionalidades “que se deslocam a Belmonte com o intuito de conhecerem os seus antepassados, como por exemplo brasileiros, americanos e espanhóis”, que também apreciam “a cultura e a gastronomia de Portugal”.




Conteúdo Recomendado