Governo quer ferrovia a ligar todas as capitais de distrito

Governo vai elaborar e apresentar à Assembleia da República um Plano Ferroviário Nacional em 2021. Plano prevê ligar todas as capitais de distrito por comboio.

O Governo pretende elaborar, durante o próximo ano, o Plano Ferroviário Nacional. De acordo com a versão preliminar da proposta de Orçamento do Estado para 2021 a que o ECO teve acesso, este plano deve garantir a ligação ferroviária entre todas as capitais de distrito.

“Durante o ano de 2021, o Governo elabora e apresenta à Assembleia da República um Plano Ferroviário Nacional que se traduza em princípios de sustentabilidade e que assente num modelo em rede, que inclua linhas, ramais e trajetos interligados”, lê-se nesta versão da proposta de OE.

Este plano deve, entre outros, “assegurar a ligação a todas as capitais de distrito”, refere o documento obtido pelo ECO. Além disso, deve promover a ligação das áreas metropolitanas com os sistemas urbanos e os subsistemas de ligação regional e urbana. Define-se, também, que deve “assegurar a conexão da rede ferroviária, com outros modos de transporte”.

O Executivo defende também que o Plano Ferroviário Nacional deve também identificar as linhas ferroviárias “com elevado potencial de desenvolvimento turístico”.

Este plano terá de fazer a diferenciação das diferentes redes ferroviárias, ou seja, as linhas vocacionadas para “serviços de passageiros de âmbito nacional” e os “serviços de passageiros de âmbito metropolitano e regional”.

O plano terá também a definição das linhas destinadas a mercadorias. Deve “assegurar as ligações transfronteiriças ibéricas e integração na rede transeuropeia de passageiros e mercadorias”, o “transporte de mercadorias e a sua integração do modo ferroviário nas principais cadeias logísticas” e “garantir as ligações portuários e aeroportuários”, diz o documento.



Conteúdo Recomendado