Gouveia promete festival Art Rock “muito bom” com Steve Hackett no cartaz

O festival Gouveia Art Rock 2018, que vai decorrer entre sexta-feira e domingo e tem o músico inglês Steve Hackett como cabeça de cartaz, vai ser “muito bom”, disse hoje o presidente da Câmara Municipal de Gouveia.

Segundo a Câmara Municipal de Gouveia, entidade que promove o evento que vai na 15.ª edição, participam no festival os músicos Steve Hackett (Inglaterra), José Cid, David Cross Band e David Jackson (Inglaterra), os grupos Flairck (Holanda, Bélgica, México e Cazaquistão), Camembert (França), Bent Knee (Estados Unidos da América) e Magna Carta (Inglaterra).

“Vai ser um festival muito bom em termos musicais”, vaticina o presidente da autarquia de Gouveia, Luís Tadeu.

Os bilhetes, quando colocados à venda, esgotaram “em menos de meia hora”, lembrou.

O responsável referiu hoje à Lusa que o festival “está a ser muito bom” para o concelho, pois o alojamento hoteleiro está “completamente esgotado desde o dia 04 [de abril]”, o que “mostra bem a importância turística e económica” do evento para aquele município da zona da Serra da Estrela, no distrito da Guarda.

“É mais uma edição, a 15.ª, mas que penso que é, para além da enorme qualidade, (…) um momento importante em termos de dinamização do turismo do concelho de Gouveia”, disse.

A abertura do festival acontecerá na sexta-feira, pelas 22:00, no edifício da Câmara Municipal de Gouveia, com o grupo Flairck.

No sábado, às 15h00, atuam no Teatro Cine de Gouveia, o grupo Camembert e, às 17:00, David Cross Band e David Jackson.

À noite, pelas 21h15, sobem ao palco Flairck, para uma segunda atuação, e, às 23:00, o músico José Cid, autor de “10.000 anos entre Vénus e Marte”.

No domingo, último dia do Gouveia Art Rock, as atividades do programa começam pelas 11:15, na Biblioteca Municipal Vergílio Ferreira, com um debate moderado por Thomas Olsson (Universidade de Lund, Suécia), com a participação de músicos e de editores presentes no festival.

Os concertos começam às 15h00, com a atuação dos americanos Bent Knee, seguindo-se os ingleses Magna Carta (às 17:00, no edifício da Câmara Municipal) e, às 18:45, André Cardoso (Igreja de São Pedro).

A edição 2018 do Gouveia Art Rock encerra pelas 21h15, com a atuação do inglês Steve Hackett, cabeça de cartaz do festival.

Durante os três dias, decorrerá na Galeria do Teatro Cine de Gouveia uma feira do disco, do cartaz, da ‘memorabilia’ e do ‘merchandising’.

O Gouveia Art Rock teve a sua primeira edição em 2003 e é inteiramente dedicado ao rock progressivo, considerado “um dos maiores e mais importantes festivais do mundo da música progressiva”.

Segundo a organização, o festival “baseia-se no género musical conhecido como rock progressivo (também abreviado para ‘prog rock’ ou simplesmente ‘prog’), um estilo (…) com influências da música clássica e do jazz, que surgiu no fim da década de 1960 em Inglaterra e que se tornou muito popular na década seguinte, contando ainda hoje com muitos adeptos”.



Conteúdo Recomendado