Formação e partilha de experiências marcam Jornadas de Fotografia da Guarda

A terceira edição das Jornadas de Fotografia da Guarda teve lugar no passado fim de semana, nos dias 12 e 13 de outubro, no Instituto Politécnico da Guarda.

Organizadas pelo Instituto Politécnico da Guarda (IPG) e pelo Fotoclube da Guarda (FCG), a terceira edição das Jornadas de Fotografia da Guarda realizou-se nos dias 12 e 13 de outubro.

Segundo a organização, “este é um evento consolidado e que, uma vez mais, comprovou o grande interesse pela fotografia, nas suas várias vertentes, o desejo em conhecer as novidades tecnológicas e em conhecer ou partilhar experiências”.

Os promotores das Jornadas fazem um balanço positivo do evento e referem estar conscientes “quanto às expetativas criadas para o futuro. Há que melhorar progressivamente e responder aos interesses dos participantes, sempre orientados pelos objetivos principais das jornadas”.

Para o espanhol Victorino García Calderón, um dos conferencistas das Jornadas, “foram dois dias de convivência e participação fotográfica, com uma organização excelente. Às enriquecedoras intervenções juntou-se o bom humor e um intercâmbio de interessantíssimas experiências fotográficas de todos os participantes, tanto dos palestrantes como do público”.

No dia 12 de outubro, do programa destacou-se a apresentação de comunicações subordinadas aos temas “Paisagens de Memória”, por Vítor Freitas, e “Fotografía y compromiso en el mundo de hoy”, por Victorino García Calderón, seguidas de uma apresentação sobre “Novidades Tecnológicas” no campo da fotografia.

Na manhã de sábado foi também inaugurada a exposição de fotografia “Imagem e Território”, ato que antecedeu a palestra “Natureza Portuguesa by Olympus”, pelo fotógrafo Luís Quinta. A tarde iniciou com a apresentação do trabalho “Quinta do Monte – Projeto de Artes Plásticas e Multimédia, Fotografia documental”, de Anne Amaral, seguindo-se a intervenção de Leonel de Castro e a exibição de “Os Trabalhos e os Dias”, “Hollywood” e “Almas”.

O programa do primeiro dia terminou com a palestra “Alfredo Cunha, 50 anos a fotografar, o que mudou na fotografia?”.

No domingo, dia 13, decorreu durante a manhã um passeio fotográfico na zona de Videmonte, no concelho da Guarda, terminando com um almoço convívio na aldeia dos Trinta, no concelho da Guarda.




Conteúdo Recomendado