Empresas de transporte rodoviário novamente em greve

Trabalhadores de empresas privadas de transporte rodoviário, de todo o país, iniciaram esta madrugada uma greve de 24 horas em protesto contra o aumento do horário de trabalho e as reduções salariais.

Tal como já sucedeu em maio, cerca de uma dezena de motoristas têm estado reunidos junto às oficinas da Joalto e da Rodoviária da Beira Interior (RBI), do grupo Transdev, na Guarda-Gare, como forma de protesto. A greve está a ter impacto nos transportes urbanos da Guarda e Covilhã, bem como nos “expressos” em todo o país.




Conteúdo Recomendado