Detido por violência doméstica na Guarda fica com pulseira eletrónica

Segundo o Comando Territorial da Guarda, o suspeito exercia violência física e psicológica sobre a sua ex-esposa, de 31 anos.

O Comando Territorial da Guarda, através do Núcleo de Investigação e de Apoio a Vítimas Específicas, deteve ontem, dia 26 de agosto, um homem com 33 anos, por violência doméstica, no concelho da Guarda.

Segundo uma nota informativa da GNR, no âmbito de uma investigação por violência doméstica, que decorria há uma semana, os militares apuraram que o suspeito exercia violência física e psicológica sobre a sua ex-esposa, de 31 anos, tendo os militares dado cumprimento a um mandado de detenção.

Presente ao Tribunal Judicial de Celorico da Beira, o detido ficou proibido de contactar com a vítima e de se aproximar da mesma “a menos de dois quilómetros , controlados por pulseira eletrónica. O homem de 33 anos está ainda obrigado a realizar um tratamento à dependência do álcool, acrescenta fonte da GNR.




Conteúdo Recomendado