Depressão “Helena” chega amanhã com vento a atingir rajadas até 110 km/hora

De acordo com a meteorologista Maria João Frada, as rajadas de vento poderão atingir os 110 km/hora nas terras altas do Minho e Douro Litoral e da região Centro.

Portugal continental vai ser afetado na sexta-feira por uma depressão que vai causar agitação marítima e vento forte com rajadas até 110 quilómetros por hora, o que levou à emissão de aviso vermelho, segundo o IPMA. 

Na sexta-feira a depressão ‘Helena’, centrada a noroeste do golfo de Biscaia, vai afetar Portugal continental em particular no que diz respeito ao vento e à agitação marítima na costa ocidental, explicou à agência Lusa a meteorologista do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), Maria João Frada.

“Amanhã [sexta-feira] vamos ter uma intensificação significativa do vento sobretudo no litoral e nas terras altas com rajadas no litoral oeste de 75 Km/hora e de 85 Km/hora a norte do cabo Raso, atingindo a região da Grande Lisboa. No entanto, será no litoral a norte do Cabo Mondego que as rajadas serão mais intensas podendo atingir os 110 quilómetros por hora”, disse.

De acordo com Maria João Frada, as rajadas de vento também poderão atingir os 110 km/hora nas terras altas do Minho e Douro Litoral e da região Centro.

“A situação de vento forte levou à emissão de aviso vermelho [entre as 12 e as 21 horas] porque este vento poderá ter muito impacto e estragos”, destacou.




Conteúdo Recomendado