Covid-19: Município de Seia reabre atendimento presencial ao público

O município de Seia reabriu hoje o atendimento presencial ao público nos edifícios da Câmara, da Biblioteca, do Arquivo e do Mercado Municipal, nos quais é obrigatório o uso de máscara e o distanciamento social.

A autarquia de Seia, presidida por Carlos Filipe Camelo, refere num edital publicado na página oficial da internet que a medida foi tomada no seguimento da estratégia de levantamento das medidas de confinamento, no âmbito do combate à propagação da covid-19.

Segundo o documento, o atendimento presencial voltou hoje a ser realizado na Câmara Municipal, mas, enquanto no Balcão Único, “encontrando-se munícipes a ser atendidos no seu interior, os demais deverão aguardar no exterior do edifício”, nos restantes serviços o atendimento será feito por marcação prévia.

A reabertura do Mercado Municipal é justificada pela autarquia “para escoamento de bens alimentares e produtos hortícolas”.

O autarca de Seia esclarece que em todas as situações “é obrigatório o uso de máscara e o cumprimento das normas de distanciamento social”.

O município mantém até às 23h59 do dia 17 de maio o encerramento preventivo temporário dos complexos desportivos municipais, da Casa Municipal da Cultura, dos Museus da Eletricidade e do Brinquedo, do Centro de Interpretação da Serra da Estrela, do Posto de Turismo, da Ludoteca Municipal, dos Parques Infantis e Similares, do transporte urbano “Vaivém” e da feira semanal.

A Comissão Municipal de Proteção Civil de Seia, no distrito da Guarda, renovou a situação de alerta de âmbito municipal até ao dia 18 de maio, devido à pandemia causada pela covid-19.

Portugal contabiliza 1.063 mortos associados à covid-19 em 25.524 casos confirmados de infeção, segundo o boletim diário da Direção-Geral da Saúde (DGS) sobre a pandemia.




Conteúdo Recomendado