Covid-19: Beiras e Serra da Estrela com ações de rastreio em lares de idosos

A ação governamental incidirá nas instituições de maior dimensão da região e dará prioridade aos funcionários que podem ser os “focos de difusão” do vírus.

O presidente da Comunidade Intermunicipal das Beiras e Serra da Estrela (CIM-BSE) disse ontem que estão a ser preparadas as “ações necessárias” para que sejam feitos rastreios da doença covid-19 nos lares de idosos do território.

“Na área da CIM-BSE, quer por via da intervenção dos municípios, quer do Governo, estão a ser postas no terreno as ações necessárias para podermos ter alguma noção mais precisa daquilo que se passa nas nossas instituições particulares de solidariedade social”, disse à agência Lusa Luís Tadeu.

O presidente da CIM-BSE, que também lidera a Câmara Municipal de Gouveia, adiantou que foi contactado pela secretária de Estado da Ação Social, Rita Mendes, que lhe indicou que o Governo vai “arrancar com a implementação dos testes” à covid-19 nos lares de idosos do território da comunidade intermunicipal, que abrange 15 municípios dos distritos da Guarda e Castelo Branco.

A ação governamental incidirá nas instituições de maior dimensão da região e dará prioridade aos funcionários que podem ser os “focos de difusão” do vírus, indicou.

“Isso não retira a preocupação que nós, presidentes de Câmara, temos manifestado, no âmbito da Comunidade Intermunicipal, de realizar testes”, disse.

O autarca tem também conhecimento de que o Governo está a ultimar um aviso para que as Comunidades Intermunicipais e os municípios individualmente apresentem candidaturas para terem apoios para aquisição quer de equipamento de proteção individual quer para a contratação de testes.

Ainda de acordo com Luís Tadeu, o “grande problema” que existe neste momento é encontrar laboratórios “com capacidade para se conseguir realizar tantos testes e tantas análises” ao vírus causador da covid-19.

O presidente da CIM-BSE referiu também que algumas autarquias da região, nomeadamente Gouveia, Fundão, Covilhã e Manteigas, já estão a realizar testes a utentes e funcionários de lares de idosos e a elementos das corporações de bombeiros.

O Conselho Intermunicipal da CIM-BSE esteve reunido na terça-feira, por teleconferência, para “fazer o ponto de situação e reavaliar as medidas de resposta conjunta que vêm sendo aplicadas na reação à covid-19”.

“Foram debatidas questões sobre a aquisição urgente de equipamentos de proteção individual pela CIM-BSE e a consulta ao mercado para disponibilização de testes”, lê-se num comunicado hoje publicado na página oficial do Facebook.

Segundo a nota, “serão ainda implementadas, de acordo com as necessidades de cada município, medidas de mitigação, apoio económico às populações, no combate à pandemia que assola o território”.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infetou mais de 1,4 milhões de pessoas em todo o mundo, das quais morreram mais de 82 mil.

Em Portugal, segundo o balanço feito hoje pela Direção-Geral da Saúde, registaram-se 380 mortes, mais 35 do que na véspera (+10,1%), e 13.141 casos de infeções confirmadas, o que representa um aumento de 699 em relação a terça-feira (+5,6%).




Conteúdo Recomendado