Congresso Internacional de homenagem a Sophia de Mello Breyner decorre na UBI

A iniciativa irá decorrer no próximo dia 26 de novembro.

O Congresso Internacional de homenagem a Sophia de Mello Breyner: a contemporaneidade dos clássicos homenageia no dia 26 de novembro, no Anfiteatro da Parada (Universidade da Beira Interior), por iniciativa do Departamento de Letras da FAL, uma das figuras mais proeminentes da literatura portuguesa contemporânea.

Sophia Andresen faria cem anos dia 6 de novembro. Mas a sua obra, galardoada nacional e internacionalmente, plurimodal, desde a poesia ao conto infantil ou ao ensaio, perdura a existência da autora, constituindo a ligação à Grécia clássica e aos valores platónicos do belo, do bom e do justo, não um motivo de anacronismo, antes, pelo contrário, uma força inspiradora para os tempos hodiernos.

O Congresso pretende enaltecer estas belas pontes de entendimento cultural que Sophia soube construir na sua vida e obra, como o programa consagra, com palestras e comunicações a propósito, por parte de professores convidados de diversas universidades, desde Arnaldo Espírito Santo, responsável pela conferência inaugural, até Cândido Martins, que irá proferir a palestra de encerramento; com um Recital de poesia de Sophia por parte de alunos dos diversos cursos do Departamento de Letras e de professores bibliotecários da Rede Concelhia de Bibliotecas Escolares da Covilhã; com a projeção do documentário de César Monteiro sobre a Autora e respetivo debate dinamizado pela cineasta Amarante Abramovici; e com a Exposição de e sobre Sophia e Jorge de Sena, patente na Biblioteca Central da UBI desde o dia 6.

O evento é coordenado por Cristina Costa Vieira, diretora do Mestrado em Estudos Lusófonos, completando a comissão organizadora Ana Rita Carrilho e Pedro Guilherme.

A entrada é livre.




Conteúdo Recomendado