Centro de Cultura Contemporânea de Castelo Branco expõe obras de Ângelo de Sousa

O Centro de Cultura Contemporânea de Castelo Branco (CCCCB) acolhe uma exposição de 35 obras de Ângelo de Sousa, no âmbito da parceria com a Fundação de Serralves.

O Centro de Cultura Contemporânea de Castelo Branco (CCCCB) tem patente ao público até 24 de novembro uma exposição de 35 obras de Ângelo de Sousa, no âmbito da parceria com a Fundação de Serralves.

Em comunicado, a Câmara de Castelo Branco explica que a exposição “Ângelo de Sousa: Quase Tudo o Que Sou Capaz” é inaugurada no dia 04 de setembro e vai estar patente ao público até dia 24 de novembro.

A mostra integra um total de 35 obras do artista português Ângelo de Sousa, representado no espólio da Coleção de Serralves desde o seu início.

As suas obras, realizadas entre os anos 60 do século XX e o ano 2000, abrangem as diversas expressões artísticas a que se dedicou, desde o desenho, à pintura, à escultura, à instalação, ao filme e, por fim, à fotografia.

A exposição reflete a evolução e crescimento da criação artística de Ângelo de Sousa, desde a sua vontade de trabalhar com elementos simples, para a depuração que viria a caracterizar a sua obra, destacando-se ainda como um dos maiores estudiosos da cor e da luz.

Esta é mais uma exposição temporária que o CCCCB acolhe, resultante da parceria com a Fundação de Serralves, que disponibiliza ao grande público o seu reconhecido acervo.

 




Conteúdo Recomendado