Câmara Municipal da Guarda vandalizada

Esta madrugada, o edifício da Câmara Municipal da Guarda foi alvo de atos de vandalismo, que provocou danos na entrada principal.

O Município da Guarda reagiu ao  sucedido, através de um comunicado onde promete “usar todos os meios ao seu alcance, quer judiciais quer administrativos, com vista a evitar, no futuro, atos que não dignificam em nada os nossos cidadãos e a cidade, bem como solicitar a todas as autoridades locais, através da sua ação, maior colaboração e cuidado na prevenção deste tipo de atos criminosos”.
O presidente da Câmara Municipal da Guarda, Álvaro Amaro, garante que “tais atos merecerão uma reação enérgica junto de quem os pratica, no escrupuloso cumprimento da Lei, sempre no intuito de prevenir e manter o grau de segurança que é apanágio desta cidade do interior, que bem sabe receber todos aqueles que a visitam e cá vivem, na salvaguarda do bem-estar de pessoas e bens”.

 



Conteúdo Recomendado