Câmara da Covilhã entrega vales a 500 famílias carenciadas

A Câmara da Covilhã vai entregar vales a 500 famílias carenciadas para compra de bens essenciais para fazer face às dificuldades criadas pela covid-19, foi hoje anunciado por aquela autarquia do distrito de Castelo Branco.

Em comunicado, o município presidido por Vítor Pereira informa que as famílias foram “identificadas em estreita colaboração com as juntas de freguesia e com as instituições que, antes da atual crise de saúde pública, asseguravam o apoio alimentar e social”.

“Esta operação consiste na entrega de Vales + Solidários às juntas de freguesia, que os distribuirão às famílias referenciadas. Os vales só poderão ser utilizados para a compra de bens essenciais nas mercearias previamente identificadas, estimulando assim o comércio local”, é referido.

O município acrescenta ainda que, paralelamente, já iniciou a “recolha dos bens alimentares que algumas superfícies comerciais doavam a instituições do concelho, agora impossibilitadas de assegurarem autonomamente o apoio alimentar que prestavam”.

“Com a ajuda de representantes dessas instituições e pessoas da comunidade, bem como de outros voluntários, incluindo colaboradores autárquicos, a câmara irá retomar a distribuição regular de alimentos aos que mais necessitam”, aponta.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infetou mais de 1,3 milhões de pessoas em todo o mundo, das quais morreram mais de 73 mil.

Em Portugal, segundo o balanço feito na segunda-feira pela Direção-Geral da Saúde, registaram-se 311 mortes, mais 16 do que na véspera (+5,4%), e 11.730 casos de infeções confirmadas, o que representa um aumento de 452 em relação a domingo (+4%).

Dos infetados, 1.099 estão internados, 270 dos quais em unidades de cuidados intensivos, e há 140 doentes que já recuperaram.




Conteúdo Recomendado