Associação Mutualista Covilhanense entre os vencedores do Projeto ‘Mais Ajuda’

O projeto Mutualista com as Crianças da Associação Mutualista Covilhanense quer ajudar cerca de 90 crianças dos 3 aos 10 anos, da Covilhã, em duas áreas de intervenção: a Saúde Infantil e o Ambiente.

Os vencedores do projeto Mais Ajuda foram anunciados, ontem, no programa “Nunca é Tarde” da Renascença, que contou com a presença da Ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho. A emissão contou também com a participação de todos os jurados: Diogo Teixeira, COO e co-fundador da Beta-i; Filipe Almeida, presidente da iniciativa Portugal Inovação Social; Vanessa Romeu, diretora de Comunicação Corporativa do Lidl Portugal; Luís de Melo Jerónimo, diretor da Social Cohesion Programme da Fundação Calouste Gulbenkian e Isabel Figueiredo, adjunta do presidente do Grupo Renascença Multimédia.

O Lidl e as rádios do Grupo Renascença Multimédia lançaram o desafio ainda no Natal.

O programa de inovação social Mais Ajuda atribuiu um total de 150 mil euros a 6 projetos únicos, que vão fazer a diferença em muitas vidas. Um valor que foi conseguido graças aos ouvintes da Renascença, RFM e MEGA HITS e de todos os que visitaram as lojas do LIDL, durante a campanha. “Este resultado mostra como é possível ser solidário e inovador mesmo em tempo de crise”, referem as entidades organizadoras.

Foram premiadas três IPSS de apoio à infância e à juventude e três Startups com impacto social, capazes de dar novas respostas a problemas sociais, em áreas tão diferentes como: educação, saúde, ambiente, tecnologia ou integração social.

A Ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho elogiou a dimensão inovadora do programa, por premiar IPSS e Startups e fez o paralelo com os apelos do Papa Francisco na Encíclica Laudato Si, muito dirigida às novas gerações. Ana Mendes Godinho deixou também um pedido a todos os cidadãos: se tiverem contributos para dar na área do emprego e da segurança social, enviem as suas ideias para o email do Ministério: propostas.mtsss@mtsss.gov.pt

Os 6 projetos vencedores são:

  • O projeto Aprender Mais da Associação Acreditar, que dá apoio educativo a crianças com cancro através do ensino à distância. Já ajudou 40 crianças diretamente e centenas de jovens em comunidade escolar;
  • A aplicação Happies da startup da Pixelability é uma ferramenta de rastreio e apoio à terapia da fala. Já foi utilizada por 12 mil crianças.
  • A Aplicação Miúdos e Graúdos da Associação Portuguesa de Crianças Desaparecidas é uma aplicação móvel que otimiza a busca e localização rápida de uma criança desaparecida. Já está em uso em cerca de 2500 dispositivos;
  • O projeto Mutualista com as Crianças da Associação Mutualista Covilhanense quer ajudar cerca de 90 crianças dos 3 aos 10 anos, da Covilhã, em duas áreas de intervenção: a Saúde Infantil e o Ambiente.
  • A plataforma online Speak junta migrantes, refugiados e locais a viver na mesma cidade. 30 mil pessoas em 25 cidades beneficiam da existência desta comunidade e com a nossa ajuda vai chegar a mais 2 cidades portuguesas;
  • O projeto The Inventors, que tem como missão inspirar uma nova geração de “inventores”, com programas educativos que desenvolvem a autoconfiança, curiosidade e competências tecnológicas. Já chegou a 21 mil crianças entre os 4 e os 12 anos.

Segundo a organização, “os projetos foram selecionados de acordo com critérios de avaliação muito rigorosos: o impacto social do projeto, o seu potencial de crescimento, a equipa, o grau de inovação e a sua sustentabilidade e coube ao Júri do Programa a decisão final.”



Conteúdo Recomendado