António Costa hoje na COFICAB para formalizar apoios do Estado

A Coficab Portugal vai beneficiar de um crédito fiscal de 20 por cento de IRC e de imposto de selo até 5,7 milhões de euros para a instalação da nova fábrica na Guarda.

O primeiro-ministro António Costa vai estar hoje, a partir das 14 horas, na Coficab da Guarda para a cerimónia de assinatura do contrato de incentivos fiscais ao projeto de investimento ECAD com o Estado português.

A Coficab Portugal vai beneficiar de um crédito fiscal de 20 por cento de IRC e de imposto de selo até 5,7 milhões de euros para a instalação da nova fábrica na Guarda, que ficará localizada na Plataforma Logística. O projeto tem um investimento associado de 38,1 milhões de euros, a criação de 129 postos de trabalho até 31 de Dezembro de 2022 e a sua manutenção, bem como a dos atuais 492 postos, até ao final de 2026.

De recordar que foi em Fevereiro deste ano que a multinacional de origem tunisina Coficab, que já está instalada em Vale de Estrela (concelho da Guarda), apresentou o projeto da nova unidade fabril, da autoria de João Madalena, dedicada ao desenvolvimento de cabos para automóveis com a tecnologia 4.0, que ficará localizada no Plataforma Logística da Guarda.

O contrato de aquisição de lotes, com um total de 28.000 metros quadrados, também foi assinado na mesma altura, tendo sido dado a conhecer que estava previsto que as obras começassem em Abril para que a Coficab ECAD comece a laborar em Maio do próximo ano.




Conteúdo Recomendado