Américo Rodrigues é o novo Diretor Geral das Artes

Américo Rodrigues, que nasceu na Guarda em 1961, foi diretor do Teatro Municipal da Guarda (2005-2013) e coordenador da Biblioteca Municipal Eduardo Lourenço (2005-2018).

O antigo diretor do Teatro Municipal da Guarda Américo Rodrigues é o novo diretor-geral das Artes, em substituição de Sílvia Belo Câmara, anunciou o Ministério da Cultura.

“Américo Rodrigues assume, a partir da próxima quarta-feira, dia 13 de fevereiro, o cargo de Diretor Geral das Artes. Será nomeado em regime de substituição”, referiu a tutela num comunicado divulgado esta sexta-feira.

Sobre Américo Rodrigues

Natural da Guarda, Américo Rodrigues  é licenciado em Língua e Cultura Portuguesa pela Universidade da Beira Interior e Mestre em Ciências da Fala pela Universidade de Aveiro. Exerceu funções de animador e programador cultural na Casa de Cultura da Juventude da Guarda/FAOJ (1979-1989) e na Câmara Municipal da Guarda (1989-2005), tendo sido Director do Teatro Municipal da Guarda de 2005 a 2013. É um dos fundadores do coletivo Aquilo Teatro, tendo sido também ator, encenador e dramaturgo. Coordenou os cadernos de poesia Aquilo, o boletim/revista Oppidana, a revista cultural Praça Velha e a coleção de cadernos O fio da memória, e foi co-director da revista Boca de Incêndio (2004-2006).

Em 2010 recebeu a medalha de mérito cultural atribuída pelo Ministério da Cultura.




Conteúdo Recomendado