Museu do Brinquedo de Seia reabre ao público

O Museu do Brinquedo de Seia reabriu na passada terça-feira ao público após a realização de trabalhos de conservação e de limpeza do espólio.

O Museu do Brinquedo de Seia, que reabriu na passada terça-feira ao público após um breve período para manutenção, conservação e limpeza do seu espólio, conta com uma nova exposição temporária.

A exposição “A brincar…a brincar” é da autoria de Paula Estorninho, criadora de bonecas artesanais há mais de uma década, que estará patente até ao final do mês de dezembro. 

O espaço museológico dedicado ao brinquedo sofreu remodelações nas várias salas que o compõem, renovação que incluiu uma ampliação da área expositiva com o espólio em reserva, como é o exemplo da sala afeta à escola ou mesmo à cultura lúdica dos continentes, agora com destaque para o continente americano.

Com o objetivo de dar a conhecer o vasto espólio em reserva, o Museu do Brinquedo possibilita, a partir de agora, a visita à sala de reserva, opção apenas válida para os dias úteis e mediante marcação prévia, como explica uma nota da autarquia.

O Museu dos Brinquedos, em Seia, é considerado um dos museus de brinquedos mais completos do país, devido à diversidade de brinquedos.

Segundo o Município, ao todo são mais de 10 000 brinquedos, de várias épocas da história da humanidade, uma coletânea resultante, na sua grande maioria, de ofertas particulares e instituições, nomeadamente embaixadas, regiões de turismo, Câmara Municipais, rotários, colecionadores, fabricantes, entre outros.

Dos tradicionais brinquedos portugueses, dos anos 20, aos guizos, bonecas, carrinhos, brinquedos de pano e de borracha, legos, entre outros, o museu expõe memórias de infância de todos os continentes.

Aberto desde 2002 e contabilizando perto de 340 mil visitantes, o Museu do Brinquedo de Seia ambiciona, mais do que reunir a melhor coleção de brinquedos, popularizar o seu conhecimento entre o grande público, especialmente entre as jovens gerações, relembrando que os brinquedos, além de serem fonte de alegria são, também, um elemento valioso para o pleno desenvolvimento da criança.

 




Conteúdo Recomendado