Município da Guarda aposta na requalificação de casas na Praça Luís de Camões

A autarquia da Guarda assinou hoje, dia 19 de setembro, a escritura de aquisição de duas casas naquela zona nobre da cidade, num investimento de cerca de 210 mil euros.

O Município vai avançar brevemente com a requalificação dos edifícios que vão do nº 36 ao nº 41 (números de polícia). As casas em questão ocupam uma área de 310 metros quadrados, sendo a área de construção de 380 metros quadrados.

Para além do bom exemplo que se pretende passar à iniciativa privada, o objetivo passa também por promover maior atração de pessoas ao Centro histórico da Guarda. Recorde-se que os imóveis estão já num estado avançado de degradação, tendo a autarquia utilizado tarjas, nos últimos anos, para disfarçar o aspeto descuidado dos edifícios. Com a sua aquisição e requalificação, a principal Praça da cidade ficará de cara lavada e pronta para receber novos serviços públicos e privados. É que o Município planeia concessionar o piso térreo (rés-do-chão) à iniciativa privada e os dois pisos superiores deverão vir a receber serviços públicos. A Câmara da Guarda espera com esta iniciativa aumentar o poder atrativo daquela zona histórica da cidade da Guarda e contribuir para a dinamização da economia local.




Conteúdo Recomendado