Proibição de circulação entre concelhos nos dois próximos feriados

Entre as principais medidas anunciadas por António Costa estão o uso obrigatório de máscara nos locais de trabalho e a suspensão de atividades letivas, assim como tolerância de ponto, nos dias 30 de novembro e 7 de dezembro.

O Governo reuniu esta sexta-feira e sábado para debater e definir as novas medidas de combate à pandemia de covid-19 para a renovação do estado de emergência, por mais 15 dias, de 24 de novembro a 8 de dezembro.
primeiro-ministro revelou ao país, na tarde deste sábado, as novas medidas de combate à propagação do novo coronavírus, aprovadas pelo Executivo, depois da reunião do Conselho de Ministros extraordinária.

As medidas hoje anunciadas estarão em vigor durante a renovação do Estado de Emergência, que começa às 00h de terça-feira, dia 24 de novembro, e prolonga-se até às 23h59 de terça-feira, dia 8 de dezembro.

Entre as principais medidas anunciadas por António Costa estão o uso obrigatório de máscara nos locais de trabalho e a suspensão de atividades letivas, assim como tolerância de ponto, nos dias 30 de novembro e 7 de dezembro. O primeiro-ministro apelou ainda às entidades privadas que dispensem os trabalhadores nestes dias.

Uma das medidas mais restritivas é a proibição de circulação entre concelhos, das 23h de dia 27 de novembro às 5h de 2 de dezembro e entre as 23h de 4 de dezembro e as 5h de dia 9 de dezembro, de forma a evitar a circulação de pessoas durante as pontes que resultam dos feriados 1 e 8 de dezembro.

Nos concelhos com mais de 240 casos por cem mil habitantes, serão realizadas ações de fiscalização de cumprimento de teletrabalho obrigatório. Os estabelecimentos comerciais terão de encerrar às 22h e restaurantes às 22h30.

Nos concelhos com mais de 480 casos por cada cem mil habitantes, além das medidas impostas nos concelhos com mais de 230 casos, acresce a proibição da circulação na via pública entre as 23h e as 5h da manhã, durante a semana, e nas vésperas de feriados – a 30 de novembro e 7 de dezembro – assim como o encerramento dos estabelecimentos comerciais a partir das 15h.

Na região Fornos de Algodres saiu da lista dos concelhos de risco, mas continuam na lista Almeida, Belmonte, Celorico da Beira, Covilhã, Figueira de Castelo Rodrigo, Fundão, Guarda, Manteigas, Mêda, Seia, Trancoso e Vila Nova de Foz Côa.


Para consultar todas as medidas anunciadas hoje por António Costa clique AQUI.



Conteúdo Recomendado