“Portugal tem potencial para ser um mercado-chave nas tecnologias”

A Microsoft tem apostado em startups portuguesas e acredita no potencial nacional.

Luís Calado é diretor da área de apoio a startups na Microsoft Portugal e, em entrevista ao Diário Económico, falou sobre o programa ‘Ativar Portugal’ e sobre o potencial que as empresas portuguesas têm.

“Acreditamos que Portugal tem todo o potencial para se assumir como um mercado-chave no panorama tecnológico mundial”, afirmou, mostrando que as startups portugueses têm capacidade de “conquistarem a credibilidade mundial” e serem “consideradas para investimento português e internacional”.

O responsável esclarece que o apoio serve para “criar os canais de apoio capazes de ajudar estas empresas a tornarem-se negócios de sucesso, escaláveis, com futuro e impacto a nível mundial, baixando a elevada taxa de mortalidade que ainda está associada a este tipo de empresas”.

“Para nós, como empresa, é também fundamental estar próximo das grandes empresas de amanhã, desde o primeiro momento. Só assim conseguiremos continuar a crescer e a sermos inovadores”, frisou.




Conteúdo Recomendado