Museu da Guarda recorda obra de S. João de Deus em exposição

O Museu da Guarda inaugurou no sábado a exposição “S. João de Deus: Obra e presença da Ordem Hospitaleira na Diocese da Guarda“.

Até 1 de junho, a mostra recorda a vida e a obra de S. João de Deus (1495-1550) através de desenhos de Lino António (1898-1974) e de Anjos Teixeira (1908-1997) e duas esculturas de Maria Amélia Carvalheira (1904-1998). O segundo núcleo é dedicado à presença desta Ordem na diocese, onde administrou os Reais Hospitais Militares de Almeida e Penamacor nos sécs. XVII-XVIII e fundou o Colégio de Nossa Senhora do Carmo (1892-1898), de Aldeia da Ponte (Sabugal). Também a ação de Bento Menni, principal obreiro da sua restauração, é evocada. Deste núcleo destacam-se os relicários de S. João de Deus e de S. Bento Menni, além de outras peças de desenho, escultura, ourivesaria, medalhística e livros antigos. A última parte divulga a atual intervenção social da Fundação S. João de Deus na diocese. A exposição é organizada pela delegação distrital da Fundação, Museu S. João de Deus – Psiquiatria e História e o Museu da Guarda.




Conteúdo Recomendado