Município da Guarda cria bolsas de estudo para estudantes que escolham frequentar o IPG ou a UBI

O executivo municipal da Guarda aprovou por unanimidade na última reunião, a criação de um regulamento de concessão de bolsas de estudo a alunos do ensino superior, naturais do concelho da Guarda ou que nele residam há pelo menos quatro anos e que escolham frequentar os estabelecimentos da área da Comunidade Intermunicipal das Beiras e Serra da Estrela, ou seja, o Instituto Politécnico da Guarda e a Universidade da Beira Interior.

O regulamento prevê um pagamento anual, em duas tranches, que ronda os 1.500 euros por ano letivo a cada estudante que reúna as condições necessárias para ser contemplado, entre dez a vinte bolsas, não cumulativas com outras existentes.

Tratando-se, para o presidente da autarquia, Carlos Chaves Monteiro, de um apoio duplamente importante cujo fundamento “é apoiar alunos que fazem parte de agregados familiares que não têm condições económicas suficientes e, ao mesmo tempo, contribuir para o aumento de alunos nos estabelecimentos de ensino da região”.



Conteúdo Recomendado