Mais quatro bancos baixam “spreads” na habitação em abril

Desde dezembro, seis dos 12 maiores bancos já baixaram os custos do crédito à habitação em Portugal. Tendência chegou este mês ao maior banco nacional, a CGD.

O maior banco português, a Caixa Geral de Depósitos, reviu o ‘spread’ mínimo na habitação no início deste mês, de 3,5% para 2,5%. E não foi o único. Depois de já terem feito cortes expressivos nos ‘spreads’ mínimos em dezembro, o Popular e o Crédito Agrícola voltaram a cortar custos apenas quatro meses depois. Uma tendência que começa a ser transversal ao mercado, onde seis dos 12 maiores bancos já reviram os ‘spreads’ cobrados na habitação desde dezembro.




Conteúdo Recomendado