Jornadas da Rede Europeia de Turismo Sustentável em formato ‘online’

As VI Jornadas da Rede das Cartas Europeias de Turismo Sustentável (CETS) de Espanha e Portugal, vão decorrer no Sabugal, nos dias 04 e 05 de novembro, em formato ‘online’ devido à pandemia da covid-19, foi hoje anunciado.

O município do Sabugal refere em comunicado que as jornadas, inicialmente programadas para março e posteriormente adiadas para novembro, devido às medidas de confinamento decorrentes da covid-19, foram “pensadas como umas jornadas presenciais”, mas a organização optou agora por uma realização ‘online’, dada a evolução crescente da pandemia em ambos os países.

As jornadas são uma iniciativa das áreas protegidas ou classificadas espanholas e portuguesas “que têm obtido esse reconhecimento e pretendem favorecer a comunicação entre os atores implicados no projeto e potenciar as ações e o trabalho em rede ao nível da Península Ibérica”.

A sua organização é alternada entre Portugal e Espanha, onde a rede das Cartas Europeias de Turismo Sustentável possui um total de 37 áreas protegidas ou classificadas (29 em Espanha e oito em Portugal).

A edição deste ano é promovida pelo município do Sabugal, no distrito da Guarda, em parceria com a Federação Europarc (Federação da Natureza e Parques Nacionais da Europa) e com a colaboração do Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas/Reserva Natural da Serra da Malcata, municípios de Almeida e de Penamacor e da Associação de Ecoturismo de Espanha.

A Europarc atribuiu em dezembro de 2016 a CETS “Terras do Lince” à candidatura do território da Serra da Malcata, que abrange dois municípios do distrito da Guarda (Almeida e Sabugal) e um de Castelo Branco (Penamacor).

A autarquia do Sabugal lembra que a CETS é um galardão atribuído pela Europarc “aos destinos turísticos baseados numa área protegida e/ou classificada e ao seu entorno, que desenvolveram um trabalho de planeamento turístico do seu território, com base em princípios de sustentabilidade e seguindo uma metodologia participativa de envolvimento ativo dos parceiros locais”.

As jornadas, que começam pelas 09:00 do dia 04 de novembro e terminam pelas 16:00 do dia seguinte, têm como principais objetivos dar a conhecer a CETS como instrumento de planeamento participado, reforçar e consolidar o funcionamento em rede das áreas protegidas que aderiram ao projeto e promover o conhecimento mútuo e o intercâmbio de experiências entre os territórios.

O programa inclui a abordagem de temas como “A Carta Europeia das Terras do Lince, o território por visitar que aposta no turismo sustentável”, “Turismo e alterações climáticas: desafios, serviços meteorológicos para o turismo Europeu e exemplos práticos” e “A visitação aos Parques e o Covid-19, presente e futuro: as mais recentes iniciativas na Rede CETS e do Europarc”, entre outros.

A iniciativa destina-se a diretores e a pessoal técnico das áreas protegidas com CETS (ou em processo de adesão), a empresas turísticas aderentes à II fase da CETS ou que sejam membros do fórum, a agências de viagens aderentes à III fase da CETS ou que sejam membros do fórum e a Associações de Desenvolvimento, entre outras entidades.



Conteúdo Recomendado