João Morgado apresenta livro na Covilhã

A obra “Fernão de Magalhães e a Ave-do-Paraíso” é apresentado no dia 5 de outubro na Biblioteca Municipal da Covilhã.

Depois de “Vera Cruz“, sobre Pedro Álvares Cabral e “Índias“, sobre Vasco da Gama, o novo romance histórico de João Morgado, intitulado “Fernão de Magalhães e a Ave-do- Paraíso”, fecha a “Trilogia dos Navegantes”, que oferece aos leitores a biografia de figuras cimeiras da época de ouro dos descobrimentos.

Com o apoio científico do historiador José Manuel Garcia, o romance é apresentado no ano em que se comemoram os 500 anos da viagem de circum-navegação de Fernão de Magalhães, um romance inovador em que a ficção e a História se entrelaçam sobre esta viagem que marcou a história da Humanidade.

O romance histórico é apresentado no próximo sábado, dia 5 de outubro, pelas 17 horas, na Biblioteca Municipal da Covilhã e conta com a análise de Nélson Silva, Presidente da Mutualista Covilhanense.

Sobre o autor

João Morgado nasceu em 1965, em Aldeia do Carvalho, Covilhã. Poeta e romancista, recebeu a Grã-Cruz da Ordem do Mérito Cívico e Cultura, oficializada pela República Federativa do Brasil, pelo seu trabalho de investigação sobre Pedro Álvares Cabral. Entre outros, recebeu o Prémio Literário Vergílio Ferreira´12, Prémio Literário Alçada Batista´14, Prémio Nacional de Literatura Lions´15; Prémio Literário Fundação Dr. Luís Rainha, Correntes d´Escritas´15. Assim como o troféu “Cristo Redentor” pelo seu trabalho em prol da cultura luso-brasileira, entregue pela Academia de Letras e Artes de Paranapuã – Rio de Janeiro. Deu-se a conhecer na literatura com dois romances intimistas: Diário dos Infiéis e Diário dos Imperfeitos – obras adaptadas ao teatro. Na sua incursão pelo romance histórico, merecem destaque as obras biográficas da Trilogia dos Navegantes: Vera Cruz (Pedro Álvares Cabral) Índias (Vasco da Gama) e a presente obra sobre Fernão de Magalhães. Lançou ainda O Livro do Império sobre Camões e a edição d´Os Lusíadas



Conteúdo Recomendado