Covilhã vai sediar delegação de exportadores da CPLP

A União de Exportadores da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (UE/CPLP) vai ficar instalada no Parkurbis, na Covilhã.

Trata-se da primeira delegação a ser instalada num Parque de Ciência e Tecnologia. Para o Presidente da União de Exportadores da CPLP, Mário Costa, “a escolha da Covilhã pretende tirar partido do potencial de tecnologia e conhecimento ali existente, o qual pode ser visto como uma mais-valia para outros países onde há défice nessas vertentes”. O responsável sublinha a importância de “estabelecer diálogo entre as empresas mas sobretudo links de interesse estratégico para captar novos negócios”. Mário Costa destaca ainda a ideia de que “se Portugal para a Europa está na cauda, para a CPLP está na frente do pelotão do know how e da tecnologia”.

Para o presidente da Câmara da Covilhã, Vítor Pereira, a instalação da União de Exportadores da CPLP “representa um sinal de que procuraram uma cidade pujante do ponto de vista económico, com uma indústria com pergaminhos e provas dadas e que, simultaneamente pode colocar o acento tónico na exportação de serviços tecnológicos”. O autarca destaca o facto de “se tratar de uma iniciativa com uma visão regional que vai criar novas oportunidades para os cidadãos”. De resto, Vítor Pereira lembra que a “adesão da Covilhã à UCLA-União das Capitais de Língua Portuguesa criou novos focos de interesse e agora através da CPLP esta estrutura pode construir pontes entre as nossas regiões e os nossos empresários”. O autarca destaca ainda os números do Instituto Nacional de Estatística, considerando que “a Covilhã é em todo o interior de Portugal aquele que tem um saldo positivo mais elevado em termos de balança comercial, ou seja, exporta mais do que importa e isto é uma tradição histórica da vida industrial da Covilhã”.

Durante a cerimónia de inauguração da delegação, que decorreu no passado dia 24 de novembro, o presidente do Parkurbis, Jorge Patrão, sublinhou ainda que “a estrutura da União de Exportadores que vai ficar sediada no Parque de Ciência e Tecnologia é um espaço de diálogo para potenciar negócios e participar também no desenvolvimento económico dos países de língua portuguesa”.




Conteúdo Recomendado