Covid-19: Trancoso com medidas de apoio às famílias, empresas e instituições

O município de Trancoso, no distrito da Guarda, anunciou hoje que está a aplicar 15 medidas de apoio às famílias, empresas e instituições do concelho, para minimizar os efeitos da pandemia da covid-19.

A autarquia presidida por Amílcar Salvador refere, em comunicado publicado na página oficial da internet, que implementou, nos meses de março e abril, um conjunto de 15 medidas e que, em breve, “serão adotadas outras importantes medidas adicionais”, para minorar os impactos sociais e económicos causados pela pandemia.

O município atribuiu um apoio financeiro de 50 mil euros às Instituições Particulares de Solidariedade Social do concelho para aquisição de equipamentos de proteção individual e de desinfeção, e 45 mil euros às associações humanitárias de bombeiros voluntários de Trancoso e de Vila Franca das Naves.

A Câmara Municipal de Trancoso também decidiu pelo pagamento de 900 mil euros às empresas fornecedoras, “desde o início da pandemia até à presente data, por forma a ajudar na liquidez da tesouraria”.

Entre outras deliberações, o executivo presidido por Amílcar Salvador decidiu igualmente a isenção do pagamento de taxas a todos os feirantes dos mercados semanais das sextas-feiras e a isenção do pagamento das rendas comerciais dos imóveis que são propriedade do município, nos meses de março, abril e junho (cujos contratos tenham sido celebrados há menos de cinco anos).

A autarquia também destinou o edifício do Centro de Inovação e Desenvolvimento Social para acolhimento de doentes infetados que necessitem de recuperação ou para outras pessoas e está a fornecer refeições diárias a famílias referenciadas pela ação social e a entregar diariamente ao domicílio mais de 80 refeições a alunos do Agrupamento de Escolas que estão em regime de estudo à distância.



Conteúdo Recomendado