Covid-19: Município de Figueira de Castelo Rodrigo suspende feiras e mercados

O município de Figueira de Castelo Rodrigo decidiu suspender a realização de feiras e mercados, e retomou o atendimento presencial só “em casos urgentes e sujeito a marcação”, devido a casos de infeção por covid-19, foi hoje anunciado.

A decisão foi tomada após uma reunião extraordinária da Comissão Municipal da Proteção Civil, realizada no domingo, onde foi avaliada a situação epidemiológica no concelho.

A autarquia de Figueira de Castelo Rodrigo, presidida por Paulo Langrouva, publicou um comunicado na sua página oficial da rede social Facebook, através do qual informa que a suspensão das feiras e mercados mantém-se “até decisão em contrário”, ficando “dependente da evolução da situação”.

Na nota, refere-se que a Comissão Municipal da Proteção Civil Municipal decidiu, em conjunto com a autoridade de saúde e as forças de segurança, “sensibilizar e apelar à população pelo cumprimento rigoroso das normas e recomendações emanadas pela Direção-Geral da Saúde no que respeita ao distanciamento social, proteção individual – uso de máscara, etiqueta respiratória e lavagem frequente das mãos, bem como higienização e arejamento dos espaços”.

Também se apela ao “rigoroso cumprimento do isolamento social nos casos determinados e em todos os contactos de risco”.

O município de Figueira de Castelo Rodrigo esclarece ainda que “foi realizado um levantamento exaustivo das possíveis cadeias de transmissão, estando em permanente acompanhamento a evolução das mesmas”.

A autarquia anunciou também hoje que o atendimento presencial nas instalações do município só é efetuado “em casos urgentes e sujeito a marcação” (através do número de telefone 271 319 000 ou pelo ‘e-mail’ cm-fcr@cm-fcr.pt”).

O presidente da autarquia, Paulo Langrouva, disse à agência Lusa que no concelho estão confirmados 15 casos de pessoas infetadas por covid-19 e dois doentes estão internados.

O autarca adiantou que “o problema está circunscrito” às Freguesias de Vermiosa e Reigada: “Temos um caso na Reigada e os outros 14 são na Vermiosa”.

A Câmara Municipal de Figueira de Castelo Rodrigo está a acompanhar o evoluir da situação “em permanência”, segundo o responsável.

Paulo Langrouva adiantou que, no sábado, as autoridades de saúde, elementos da proteção civil municipal e da GNR estiveram na Vermiosa a fazer a triagem e a sensibilizar as pessoas para que cumpram o isolamento e permaneçam nas habitações.

Ainda na localidade de Vermiosa foram encerrados cafés e comércios e, segundo o autarca, equaciona-se a possibilidade de a escola local não reabrir as portas esta semana.

A pandemia de covid-19 já provocou pelo menos 921.097 mortos e mais de 28,8 milhões de casos de infeção em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 1.867 pessoas dos 63.983 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.



Conteúdo Recomendado