Covid-19: Câmara de Almeida atenta à União de Freguesias com casos de infeção

A Câmara Municipal de Almeida está a apostar na sensibilização e informação dos habitantes da União de Freguesias de Amoreira, Parada e Cabreira, onde foram detetados seis casos de pessoas infetadas com a covid-19, foi hoje anunciado.

O presidente da autarquia de Almeida, António José Machado, disse hoje à agência Lusa que, após a ativação do Plano Municipal de Proteção Civil, a autarquia passou a dar “maior enfoque” à União de Freguesias de Amoreira, Parada e Cabreira, com casos confirmados no concelho até ao momento.

Segundo o autarca, desde domingo que elementos da GNR e dos Bombeiros Voluntários de Almeida estão a colaborar com a autarquia em ações dirigidas à população.

“É uma medida preventiva, não é fiscalizadora”, justificou o responsável, indicando que o município ainda ponderou aplicar um cerco sanitário na referida União de Freguesias, mas “não se verificou oportuno fazer” e optou por “um controlo maior naquela zona”.

A autarquia está a “dar um maior enfoque àquela União de Freguesias [de Amoreira, Parada e Cabreira], com algumas campanhas de fiscalização e também com campanhas de informação, para tentar conter aqueles casos que apareceram”, explicou António José Machado.

A Câmara Municipal de Almeida refere em comunicado hoje publicado na página do Facebook, através do qual aponta as várias medidas que já foram tomadas e que estão a ser aplicadas no território, que instalou 75 camas em dois pavilhões gimnodesportivos do concelho.

Segundo a nota, os pavilhões gimnodesportivos de Almeida e de Vilar Formoso estão equipados com um total de 75 camas (40 e 35 respetivamente), para “resposta a eventual situação de emergência”.

No mesmo comunicado lê-se também que o município está a adquirir equipamentos de proteção individual “para reforçar as instituições de resposta social do concelho” e está “em contacto permanente” com as instituições particulares de solidariedade social para identificar as suas necessidades.

Para além de proceder à desinfeção de espaços públicos em todas as freguesias, dar assistência às famílias na entrega de medicamentos e de bens essenciais, a autarquia está a promover ações de sensibilização nas freguesias.

Segundo a nota, no concelho de Almeida, situado junto da fronteira com Espanha, foram registados, até hoje, sete casos de doentes infetados com a covid-19, sendo que um diz respeito a uma pessoa que não é residente no território.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infetou mais de 940 mil pessoas em todo o mundo, das quais morreram mais de 47 mil.

Em Portugal, segundo o balanço feito hoje pela Direção-Geral da Saúde, registaram-se 209 mortes, mais 22 do que na quarta-feira (+11,8%), e 9.034 casos de infeções confirmadas, o que representa um aumento de 783 em relação à véspera (+9,5%).

Portugal, onde os primeiros casos confirmados foram registados no dia 02 de março, encontra-se em estado de emergência desde as 00h00 de 19 de março, tendo a Assembleia da República aprovado hoje o seu prolongamento até ao final do dia 17 de abril.



Conteúdo Recomendado